Asilo dos Prisioneiros

Perante o ambiente hostil do oceano a dimensão poética da vida expande-se, produzindo uma mudança na mente e o estímulo à regeneração individual.

Uma prisão é um lugar para a reabilitação e transformação cerebral. No oceano, não precisa de paredes convencionais, uma vez que os prisioneiros estão rodeados por água. A sua organização é baseada na estrutura interna do cérebro e nas suas ligações electromagnéticas inspirando para o espaço arquitectónico, sobre a estrutura de uma plataforma petrolífera. Cada preso tem algum tipo de dano cerebral que induz a prática de um crime. O projeto foi concebido seguindo a organização do sistema nervoso com as componentes do cérebro. A organização do edifício é feita por camadas e de acordo com as hierarquias necessárias para os requisitos de segurança reforçada pela vigilância digital. A circulação é feita através de um sistema que visa informar o preso, enquanto oferece a sensação de pertencer a um cérebro saudável. A luz combinada com a estrutura e os materiais, rodeados pela poderosa presença de água e céu, oferecem um lugar que convida à meditação. São organizadas estratégias sustentáveis para tirar proveito das marés, vento, sol e chuva. Perante o ambiente hostil do oceano a dimensão poética da vida expande-se, produzindo uma mudança na mente e o estímulo à regeneração individual.

Visualizar SITE