Kandinsky Concert Hall

Em Sarajevo, à beira do rio Miljacka, formas, espaços e tempos construídos como notas musicais, relacionando três registros artísticos distintos – música, pintura e arquitectura.

Este projecto responde às exigências de um concurso internacional. Sarajevo, na actual Bósnia Herzegovina, propôs o desenho de um equipamento com salas de concertos e de outras actividades musicais. Um edifício para a música acontecer num espaço à beira do rio Miljacka, numa zona totalmente destruída pela guerra. O projecto Kandinsky Concert Hall sugere formas, espaços e tempos construídos como notas musicais - uma arquitectura imaginada a partir de sons e destinada a apagar da memória os ruídos da guerra. Sendo a música a mais imaterial das artes, Kandinsky procurou processos similares para as suas pinturas: através da composição musical passou para a composição visual. E mediante um processo semelhante, também aqui tentou-se fazer a passagem para a composição arquitectónica através da composição visual. Ritmo e construção abstracta, repetição e percepção dinâmica, são estes os elementos que esta arquitectura investiga na obra de Kandisky (Composição VIII), criando espaços musicais e tornando possível uma descoberta arquitectónica nunca antes imaginada. Neste projecto procurou-se estabelecer uma relação entre estas três artes – música, pintura e arquitectura –, interligando-as e explorando os limites dos seus processos conceptuais.

Visualizar SITE